Programação

SILÊNCIO EM CONTATO

O braço alternativo do Silêncio em Contato acontece de quarta a sábado próximos, dias 8, 9, 10 e 11 de março, com as atividades em Alto Paraíso de Goiás. São 4 oficinas com 4 bailarinos que compartilham suas pesquisas relacionadas à saúde que envolvem integração corpo-mente e dialogam aqui com o silêncio de forma a instrumentalizar nosso corpo para esta prática. Paula Zacharias vem de Buenos Aires, Guto Macedo, do Rio de Janeiro, Alexandre Tripiciano que vem de São Paulo e Camila Vinhas Itavo que agora habita o Goiás e é pesquisadora da UFG e da UEG.

A cozinha funcionará de forma colaborativa. Fizemos uma grande compra de alimentos que estamos levando mas convidamos para alguma contribuição tanto de alimentos mais frescos encontrados lá, quanto na cozinha, auxiliando nosso Metre e na organização da louça e preparação dos alimentos. Esta estrutura oferecemos por R$ 400,00. Tem o camping do próprio Espaço Lótus (informações 062 – 998548218), a R$ 20,00 por dia, de forma que estaremos todos juntos sempre.

Oferecemos uma oficina de 4 horas por dia e uma jam session a noite de 2 horas. Na última noite oferecemos uma Performance Artística. Sendo quarta, dia 8/3, das 10h às 14h a oficina e das 16h30 às 18h30 a Jam session. Quinta e sexta, dias 9 e 10/3, das 15h às 19h a oficina e a Jam das 21h às 23h. E sábado, dia 11/3, das 7h às 9h a oficina no espaço Lótus e de lá seguimos juntos na pesquisa de dança para a cachoeira passar o dia numa espécie de jam silêncio na mata. E, as 20h, a performance do Combinado Itinerante de Contato Improvisação no Espaço Lótus – informações (62)  99854-8218.

 

Contact in silence – Contact Improvisation festival in the heart of Brazil

 

Contact in Silence – Contact Improvisation festival in chapada dos veadeiros, Goias. It will take place at the new portal of chapada dos veadeiros, a blessed ecological sanctuary which invites us to Contact in silence with the space, with ourselves and the others, our partners in dance, to deepen this research in Contact Improvisation in silence. Creation, coordination and direction by Camila Vinhas Itavo.

This will be a true retreat by the sacred waters of Sao Bento waterfall, located within the new portal of Chapada – a paradisiac place that will allow ourselves to exercise our capacity of listening and refine our sense of Presence.

The first edition will happen in March 4 to 12 2017: 8 depth-in days in nature with the support of a wonderful structure based in a area blessed in Brasil.

The package includes access to the whole program of the festival: 8 hours of activities per day, housing in shared lodges or camping places with the use of shared bathrooms and three gourmet vegetarian meals prepared in the local kitchen.

And more: Sao Bento waterfall is always accessible as well as its unforgettable  surroundings. Check in is planned to happen March 4th, from 2 to 6pm. A nice dinner and circle around the fire will follow!

On March 12 the activities will be concluded by 5pm by check out from the camping site must be done until 2pm. For further information please contact silencioemcontato@gmail.com

 

Why the Silence?

To listen we need silence. When we are in silence we realize how much more there is to be aware of, inside and outside of ourselves. The more we listen, while being silent, the more we perceive that silence almost does not exist. Where is silence? Beyond this paradox, the ability to listen is and endless perception. We call ‘listening’ the fine tuning capacity that manifests itself in many circumstances in life and dance. It can be developed through practice and discipline.

Sri Prem Baba is a humanitarian leader who set his ashram in this special land. He teaches about silence and the power of listening. He says silence is the language of universe that manifests itself to the listeners as synchronicity.

We found his teachings in sync with Steve Paxton’s thoughts, who brought into his work in a very detailed way the possibility to explore this language with the body, this powerful instrument for being in the world. His research set the basis for an ongoing research that continues throughout time with the work of many other teachers, in various forms.

In this first edition of Contact in Silence – Contact Improvisation festival at Chapada dos Veadeiros – Silence will be the guiding theme of all workshops. They will be facilitated by the ‘Combinado Itinerante de Contato Improvisação’, formed by Camila Vinhas, Guto Macedo, alexander Tripiciano e Hugo Leonardo, and also the dancer Paula Zacharias.

Soon, more details about every workshop. Stay tuned!

 

 

Festival de Contato Improvisação da Chapada dos Veadeiros

Silêncio em Contato é o primeiro Festival de Contato Improvisação da Chapada dos Veadeiros, Goiás! Acontece no Novo Portal da Chapada, um santuário ecológico abençoado que nos convida a entrarmos em Silêncio em Contato com o espaço, conosco e com os outros, nossos parceiros na dança, no aprofundamento desta pesquisa do Contato Improvisação no Silêncio! Tem criação e direção de Camila Vinhas Itavo.

A primeira edição acontece de 4 a 12 de Março de 2017 e será um verdadeiro retiro sediado à beira das águas sagradas da cachoeira São Bento dentro do Novo Portal da Chapada dos Veadeiros, um local paradisíaco e pronto para nos receber para que possamos nos entregar completamente ao exercício da escuta e recomposição de nossa Presença.

São 8 dias de mergulho na natureza com toda a logística do Portal da Chapada, este chão abençoado por Sri Prem Baba no Brasil. No pacote está incluído a estadia, em camping com barraca individual. Há possibilidade de algumas estadias em chalés coletivos.

E ainda acesso à cachoeira São Bento e seus arredores inesquecíveis, todas as refeições: café da manhã, almoço e jantar, da cozinha vegetariana sensacional da equipe do Awaken Love, além de toda a programação do Festival com 8 horas de atividades diárias.

O check in será realizado dia 4 de março, das 14h às 18h, e inclui o jantar da chegada, e uma fogueira a noite!

O check out do camping deve ser realizado até às 14h, mas as atividades encerram-se as 17h do dia 12 de Março de 2017, domingo.

Maiores informações:

silencioemcontato@gmail.com

Para o pagamento online por cartão de crédito acesse:

https://www.sympla.com.br/silencio-em-contato—festival-de-contato-improvisacao-da-chapada-dos-veadeiros__105980

Por quê o Silêncio?

Para escutar é preciso fazer silêncio. E quando o fazemos percebemos o quanto mais há para escutar tanto de nosso espaço interno quanto do externo. E quanto mais escutamos, enquanto fazemos silêncio, mais percebemos que o silêncio quase não existe. Onde está o silêncio? Além deste paradoxo, a escuta é uma percepção sem fim. Chamamos escuta este instrumento tão apurado feito de prática e disciplina que se manifesta em muitas instâncias na dança e na vida.

É tão sincrônico e especial poder trabalhar o silêncio no Ashram de Sri Prem Baba, líder humanitário que tanto prega o silêncio e a escuta! Ele nos ensina que o silêncio é a linguagem do universo que se manifesta para os escutadores em formas de sincronicidade.

Tudo sincrônico com nossa necessidade de silêncio de forma que estas também poderiam ser as palavras de Steve Paxton que nos propõe e ensina muito detalhadamente sobre como fazer isso através do nosso instrumento-potência de estar neste mundo, o corpo. Sua pesquisa foi muito além dele mesmo e muitos artistas deram continuidade a ela das mais variadas formas. As pesquisas aqui compartilhadas são as relacionadas ao silêncio.

Nesta primeira edição do Silêncio em Contato – Festival de Contato Improvisação da Chapada dos Veadeiros – ofereceremos oficinas que relacionam e instrumentalizam silêncio e contato improvisação com os bailarinos do Combinado Itinerante de Contato Improvisação e a bailarina Paula Zacharias. Serão 4 oficinas intensivas com as seguintes proposições:

CONTATO ESCUTA

com Camila Vinhas Itavo

No que implica o gesto da escuta? Por que os animais escutam mais? O que ainda desconhecemos desta faculdade da escuta? Por este rumo esta oficina propõe um retorno à relação de escuta com a gravidade através do silêncio. Escuta esta que vai além da entrega e da troca de peso. E com ela também algumas práticas específicas adotadas por Steve Paxton no início da criação do contato improvisação como a pequena dança, alguns rolamentos e procedimentos. Para a partir daí seguirmos para o contato improvisação.

O VAZIO – SILENCIAR PARA DEIXAR ENTRAR

com Paula Zacharias

Dançar só ou com os outros em relação a um espaço, um tempo e um diálogo entre o que sucede dentro e fora do ser. Deixar-se mover através da escuta destas variáveis que sintonizam-se com o que acontece, com o que nos move e aquilo de que somos parte. A forma que mais se acerca desta escuta será acaso o silêncio? A pausa. Este lugar de onde o que existe pode habitar o espaço vazio. E quanto mais vazio, mais espaço. Deixar entrar aquilo que está e que se faz visível através de nossas antenas de percepção, daquilo que talvez não podemos nomear. Permitir que o invisível se expresse através do corpo em sintonia com seu ambiente. O movimento, como a música, é ritmo e nele o silêncio é tão fundamental ao som como a pausa ao movimento. Nesta oficina trabalharemos o invisível dentro do visível, desencapando profundidades para permitir estes outros níveis de escuta, de onde o diálogo com os outros e com o espaço geram os eixos de cada composição espontânea.

CONTATO NO SILÊNCIO

com Guto Macedo

O silêncio como ponte para o encontro não verbal das improvisações de corpos em contato e em movimento. Silenciar. Perceber o som do silêncio.  O tímpano registra uma série de compressões e decompressões. Uma onda sonora, um sinal de movimento passa através do corpo. O som grave da pressão sanguínea. O agudo das sinapses eletromagnéticas.  Sinto uma pausa, vibrações no meu medidor frequencial de frequências:  ar, corrente de ar, luz, sombra, respiração, olhar, densidades, temperaturas, distâncias, profundezas, memórias,… e as trocas e circulações entre tudo isso e o outro.

SILÊNCIO & SURPRESA

com Combinado Itinerante de Contato Improvisação & Paula Zacharias

Todos juntos: Alexandre Tripiciano, Camila Vinhas Itavo, Guto Macedo e Paula Zacharias comporão esta oficina e dançarão junto com todos os presentes. Este formato se completará no encontro entre os quatro componentes in loco e sua proposição de pesquisa será dada na hora, com uma surpresinha a cada dia.

Vale a pena observar que trata-se de um santuário ecológico em que a Natureza nos convida a esta pesquisa do silêncio como também nos convida a desfrutarmos de sua beleza e alegria como poder tomar um banho de cachoeira todos os dias do trabalho! Todas as noites haverá Jam Session, menos nos dois sábados quando haverá fogueira. Em compensação estas jams correspondentes acontecerão em outros momentos. Confira a programação!